A POC AMA COPA: LGBT e a Copa do Mundo na Rússia

0 putin

Para muitos de nós, homens, gays, adultos, a quadra de futebol, seja nas aulas de educação física nas escolas, ou nas quadras dos prédios ou bairros em que crescemos, foi um dos primeiros lugares em que nos apontaram como viados. Eu tenho uma vaga lembrança de que, em algum momento da minha infância, muitos dos […]

Dia Internacional do Orgulho LGBT: precisamos falar sobre a nossa história!

0 parem de nos matar

28 de junho de 1969. As leis da cidade de Nova Iorque autorizavam a prisão de pessoas que não estivessem com, pelo menos, três peças de roupas apropriadas ao seu gênero de nascimento. Essa era uma das muitas “condutas homossexuais” então criminalizadas e que levava à prisão de LGBT nas rotineiras batidas policiais em locais […]

PARCERIA: Pilantragi

0 Sem Título-1

O dj Rodrigo Bento é o idealizador e o dj residente da Pilantragi, festa de música brasileira que surgiu em setembro de 2012 no bar Bebo Sim. Desde então, a Pilantragi se tornou uma referência como espaço de divulgação da música popular brasileira, pois, nos seus sets, o Rodrigo Bento e os outros djs fazem […]

Vídeo

Marcos Tolentino: Ai, que vida boa, olerê! Ai que vida boa, olará!

“Ai, que vida boa, olerê! Ai que vida boa, olará! O estandarte do Sanatório Geral vai passar!”

Março de 2018. Passada a alegria fugaz, a ofegante epidemia, que se chamava Carnaval, Betinho Neto me convidou, numa conversa de pia de cozinha no apartamento dele, para fazer parte e retomar um projeto antigo: a Sanatório Geral. Entre um litrão e outro de cerveja, me deixei levar pelos argumentos e me convencer principalmente pelo poder sanador que um projeto como a Sanatório um dia teve para ele, e que poderia vir a ter para nós: os novos colaboradores.

Num momento em que nossa pátria mãe está novamente tão distraída, sem perceber que é subtraída, em temerosas transações, a Sanatório ressurge como um espaço em que queremos cantar, com a maior diversidade de vozes possíveis, a evolução e a beleza da liberdade, até o dia clarear. Um espaço de intervenção, num momento em que vemos muitos dos nossos canais pouco a pouco serem limitados ou silenciados.

Abrir as portas da Sanatório é abrir espaço para a expressão das vozes daqueles personagens que ganharam as ruas no Carnaval cantando por Chico, que eu me insipirei para escrever esse texto, e que foram reatualizados com novas caras, como vemos e sentimos nas ruas de São Paulo. Diversidade sempre foi e continuará sendo o estandarte defendido pela equipe da Sanatório. Diferentes cores, olhares, vozes, identidades, ideias, concepções, imagens, contribuições. Tudo para tirar o nosso leitor do seu lugar comum, e apresentá-lo outros universos, outras loucuras e outras possibilidades.

Bem-vindos à Sanatório Geral! Muito axé e que seja uma internação prazerosa para todos nós!